Cerca de 2 mil pessoas participam das atividades nos Centros de Convivência para Idosos

A região norte de Londrina deverá contar com um Centro de Convivência para Idosos (CCI), cujo processo licitatório foi iniciado na Gestão 2013/2016. O espaço, com 640 metros quadrados de área, será construído no cruzamento da Rua Luis Brugin com a Avenida Saul Elkind. O investimento é de R$ 1 milhão via Fundo Municipal do Idoso. A previsão é de que sejam atendidas, mensalmente, mil pessoas. Londrina conta com outros dois Centros de Convivência para Idosos, um na zona Leste e outro na zona Oeste, que, em 2013, foi reinaugurado após reforma e ampliação. Atualmente, participam das atividades cerca de 2 mil pessoas com 60 anos ou mais, pertencentes a 30 grupos de vários pontos da cidade. Nos CCIs, eles fazem atividades físicas e culturais, oficinas de artesanato, palestras, passeios e orientações diversas, desde apoio psicológico à orientações de trânsito. A estimativa, baseada no último Censo Demográfico, é que cerca de 70 mil idosos vivam hoje, em Londrina. A Secretaria Municipal do Idoso, durante a gestão 2013-2016, fiscalizou e atendeu cerca 500 idosos abrigadas em 17 casas de repouso particulares e em outras cinco instituições conveniadas. O valor do repasse mensal, feita às vagas públicas, durante a gestão, aumentou 62,42%, passando de R$825, em 2013, para R$1.340, em 2016. Já o dinheiro do Imposto de Renda de empresas e pessoas físicas, que vai para o Fundo Municipal do Idoso, permitiu que as instituições de longa permanência de idosos filantrópicas pudessem apresentar projetos estruturantes. Os três ILPIs – Asilo São Vicente de Paula, Lar Maria Tereza Vieira e Lar dos Vovozinhos e Vovozinhas – receberam cerca de R$300 mil cada para reformas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *